terça-feira, janeiro 20, 2009

Jeffrey Dahmer - Aurora

Insano, doentio, e ao mesmo tempo altamente complexo, como só a mente de um serial killer pode se comportar. Assim é "Aurora", este sensacional EP de estréia do Jeffrey Dahmer. Formado a partir de ex-membros das bandas Are You God?, Presto? e Hutt, o JD herdou, inegavelmente, alguns traços que já lhe pertenceram ao passado, contudo, possui uma fórmula única e infalível de combinar elementos de grindcore, math metal, hardcore e death metal. A junção de todas estas vertentes, e como se cria o som da banda a partir de tal, é o ponto alto da banda. Estruturas intrigantes, descompassos e contratempos, alternância entre agudos e graves, exploração de sons extremos, transição abrupta de ambientações... Isto é o mínimo que se pode decifrar dessa obra um tanto quanto enigmática. É certo que uma banda estreante qualquer, muito dificilmente chegaria a este nível de técnica e maturidade sem que já houvesse tido experiências anteriores, como é o caso desse quinteto veterano. Composta por: Sergio Hernandes (guitarra); Nelson Junior (vocal); Hélio Siqueira (vocal); Rodrigo Hiro (Bateria); Rodrigo Buitoni (baixo, mas que, no entanto não chegou a gravá-lo); a banda já começa a colher os frutos de seu bom trabalho e da divulgação ampliada proporcionada pela disponibilização gratuita e na íntegra, em sua página no MySpace, do EP em questão. Já estão confirmados como uma das bandas de abertura das apresentações em solo brasileiro do Silverstein e do As I Lay Dying. "Aurora" foi, sem dúvida, um grande lançamento de 2008. E a arte imita a vida... Em sua plenitude e em alto e bom som.

Nota: 8/10
Selo: Independente
Data de lançamento: 06/10/08
Website: www.myspace.com/dahmermurdermusic /
www.fotolog.com/jeffrey_dahmer

Tracklist:
01. Em Seu Pequeno Paraíso, na Forma Mais Sublime, o Sorriso Apodrece Adentro da Luxúria
02. Sombras a Espera de um Rosto
03. Primeiro Erro, Dois Tempos, Duas vidas, Um Silêncio
04. Sorrindo Sobre a Glória Das Cinzas Que Nunca Partem Com as Estações
05. Sementes Corporativas

2 comentários:

Nilo disse...

brutalidade total! parabens pela resenha mano! é nois

Jeffrey Dahmer disse...

Ficamos muito agradecidos pelas palavras, muito obrigado!!!
J.D